terça-feira, 13 de agosto de 2013

王様と私:O Rei e Eu ★ ♪


Se Michael Jackson é o rei do pop, Madonna, a rainha, e Elvis Presley, o rei do rock, então Toru Hidaka é o príncipe soberano do punk japonês. Eu ousaria mais e diria que o cara, na verdade, é o monarca da j-music: não há um único estilo musical que ele ainda não tenha explorado - até pela nossa bossa nova ele já se aventurou! Seja pop, baladinha, folk, hip hop ou "putz putz", o fato é que a verdadeira essência de Hidaka se evidencia com o bom e velho punk rock mesmo. O talento musical, a voz sutilmente rouca, o cabelo singular - afinal, aquilo é um topete, um moicano ou simplesmente o resultado da preguiça de escovar as madeixas? -, o figurino descolado, a "pose", a atitude humanitária e suas multifunções - além de cantor, guitarrista, tecladista e estar sempre engajado em, no mínimo, três projetos e bandas, o cara ainda arranja tempo para ser produtor, escritor, compositor e pai! Ufa! -, são só alguns dos milhares atributos deste ser humano incrível. Agora, com sua nova banda, The Starbems, o quarentão vive o melhor momento de sua carreira, fazendo o som com o qual mais se identifica: PUNK!!!  ♥ (*´艸`) ♥



Enquanto a maioria dos japoneses vira suas atenções para grupinhos de minissaia seduzindo com suas duck faces, eu sigo a carreira do rei do punk rock religiosamente. Para mim, ele não é apenas um ídolo: é uma inspiração, um modelo a ser seguido. Admiro sua postura e sua visão de mundo. Apesar de ainda não entender tudo o que ele fala, o cara é o carisma e bom humor em pessoa, além de uma enciclopédia musical ambulante. Gosto de adaptar o estilo dele ao meu e fazer minha própria moda. Graças a ele, supero minhas limitações, medos, preconceitos e ainda aprendo japonês e um pouquinho mais sobre o rock nipônico. Se não fosse por ele, talvez nem estivesse mais aqui no Japão. Também não teria conhecido tantas pessoas e bandas maravilhosas nesses quase quatro anos vivendo no arquipélago. Ele me motivou até mesmo a usar lentes de contato - mesmo sem ter a mínima intenção disso! Me volto aos livros de nihongo para conseguir entender tudo o que ele fala e escreve. Tento ir a todos os shows possíveis para, além de me divertir e pular e ganhar alguns hematomas nas coxas, poder treinar meu japonês com minhas amigas - e fazer novas, claro! Se gosto tanto do Japão como gosto, esse おじさん (ojisan = "tiozão") tem uma grande parcela de culpa. Toru Hidaka é Deus! (*❤◯❤*)



Eu já falei sobre o meu ídolo aqui, aqui, aqui e aqui. E não podia deixar de falar de novo agora, com todo esse frenesi em torno de sua nova banda, o The Starbems. E agora, vivendo pertinho da cidade onde tudo de mais legal acontece, estou aproveitando ao máximo, na medida do possível! Vamos começar... (๑´▿`๑)♫•*¨*•.¸¸♪



Junho foi marcado pelo lançamento do primeiro álbum dos Bems, o Sad Marathon With Vomiting Blood - lindo nome, não? Propositalmente, o CD foi lançado em 5 de junho, mesmo dia em que o frontman da banda completou 45 anos. Para comemorar ambas as datas, foi realizado um evento especial e fechado na Tower Records de Shibuya, em Tokyo. ☆

E, por conta da turnê da banda, o sexteto decidiu encerrar a transmissão de seu programa mensal no Ustream, o Super Weapon R1. Para finalizar o SWR1 em grande estilo, os fãs foram convidados a participar da gravação da última edição do programa, no estúdio Olive, em Yokohama, província de Kanagawa. ☆

Mas antes mesmo de anunciarem o lançamento do álbum e colocar um fim no programa mensal, a banda já preparava o terreno para os fãs: em março, somente uma pequena parcela de fãs sortudos foram selecionados para participar da gravação do segundo PV da banda, da música Destiny. ☆

Além disso, com o lançamento do primeiro disco dos caras, era natural que rolasse uma sessão de autógrafos na já consagrada franquia Tower Records. ☆



Eu, como fã maníaca do Hidaka há mais de seis anos, tive a sorte de ir aos QUATRO eventos, além de um dos shows da primeira turnê da banda! Não os perderia por nada desse mundo! Afinal, por motivos óbvios, não pude viver isso com o Beat Crusaders, minha banda favorita, então estou aproveitando ao máximo com os Bems. Seguir os passos dos ídolos, ir aos shows, correr atrás de itens exclusivos e limitados, gastar aquela graninha suada, sentir um friozinho na barriga nos dias que antecedem os eventos... ahhh, que delícia! Só quem tem um ídolo sabe como é bom! Ter um ídolo faz bem para a alma. Mesmo sem querer, ele te incentiva a superar limites e te torna uma pessoa melhor. Pode parecer clichê, mas acho que já provei isso com todas essas postagens sobre o meu herói, né? ヾ( ^ω^)ノ



スターベムズ (The Starbems) é uma banda de "loud rock", que toca punk rock e hardcore carregado de batidas aceleradas e vocais gritados. Um dos focos do grupo são as letras politizadas, que cutucam a ferida das problemáticas do país pós 11 de março (dia em que um grande terremoto, seguido de um tsunami, devastou a região nordeste do Japão, como contei aqui). Para potencializar as mensagens das letras, os integrantes se vestem no estilo dos Oi Skinheads dos anos 70~80, uma subcultura do punk. Camisas pólo da marca Fred Perry e coturnos Dr.Martens nos pés estabelecem a identidade visual da banda. Lembrando que a pronúncia correta é exatamente "Starbems", e não "Starbins" ou "Starbeans" (feijões das estrelas, HUIAHAIUAHUIAHA)! Isso já foi motivo de piada entre os próprios membros da banda, já que muita gente ainda insiste em pronunciar "StarBINS". (ノ▽≦*)





Para organizar melhor a postagem, separarei minhas aventuras em pequenos "capítulos"! (*^▽^*) v


★ GRAVAÇÃO DO PV "DESTINY" - KOENJI, TOKYO, 15 DE MARÇO ★

A gravação rolou na casa de shows Koenji High, na capital japonesa. Dias antes, a staff da banda abriu inscrições para a gravação do PV e, por meio de uma 抽選 (chuusen = loteria), os participantes foram selecionados. Eu fui contemplada e peguei um número excelente na fila: 39! Fiquei na segunda fileira, bem de frente para o Hidaka. Esse foi o meu primeiro show dos Bems. Apesar de ainda não conhecer praticamente nenhuma música dos caras, já que nada havia sido lançado naquela época, zoei horrores. Pulei, gritei e cantei tanto que no outro dia só sobraram hematomas na cabeça e uma voz levemente rouca. Eles tocaram Destiny umas cinco ou seis vezes, o suficiente para a equipe de filmagem captar os melhores ângulos para o PV. O resultado está no vídeo abaixo (disponível somente para quem mora no Japão. No entanto, o Google é seu melhor amigo...). ↓  ↓  ↓



O mais legal é que eu "conheci" uma pessoa que mais tarde se tornaria uma grande amiga, a Rie-chan. Ela me viu na gravação - COMO não reparar nesse arroz de festa loiro?! - e mais tarde encontrou o meu Twitter por acaso. Começamos a conversar pela internet e hoje eu simplesmente AMO essa "menina" - a típica japa com cara de 18, que na verdade já beira os 30. Maldita! (=´∀`)人(´∀`=)


高円寺HIGH! ♪


Uma... minhoca gigante no corredor. Ah, Japão... (*≧ლ≦)


O palco! (๑´ლ`๑)♥


E agora o arroz de festa loiro... ↓  ↓  ↓  ↓

♪───O(≧∇≦)O────♪



★ GRAVAÇÃO DO ÚLTIMO "SUPER WEAPON R1" - YOKOHAMA, KANAGAWA, 24 DE MAIO ★

Um belo dia, os caras anunciaram o fim do programa mensal via stream. A razão era clara: como o álbum estava para ser lançado, não havia mais sentido continuar com o programa, cujo objetivo era apresentar uma música nova por edição, ao vivo, aos fãs. Mais uma vez, a staff abriu inscrições e selecionou por meio de sorteio os cerca de 20 participantes da última transmissão do programa dos caras. E, mais uma vez, fui contemplada! Engraçado que não tenho sorte no 宝くじ (takarakuji = a Mega Sena japonesa)... (ㆀ˘・з・˘)

E não fui sozinha: o Igor também foi! E lá fomos nós para Yokohama. Fomos os primeiros a chegar... e em grande estilo: dei uma de gaijin sem noção e já fui entrando com tudo no estúdio, quando me deparo com ninguém mais do que A BANDA TODA reunida na recepção! AAAAHHH! Pimentão instantâneo! Fiquei cara a cara com o Hidaka, que me cumprimentou com um こんばんは (konbanwa = boa noite) super simpático, sendo seguido pelos outros membros igualmente fofos. Apesar da emoção de ficar cara a cara com o Hidaka depois de um ano de abstinência, não sabia onde enfiar a cara... perguntei onde poderia esperar e uma funcionária disse que poderia formar fila lá fora. Saí e esperei no corredor, de onde pude ver o baterista Kochi-san fumando. Essas coisas só acontecem comigo... (^_^;)

Minutos mais tarde, encontrei duas velhas amigas: a Kimura-san e a Emi-san, que conheci na sessão de autógrafos do mangá do Hidaka no ano passado. Um ano após, meu nihongo havia melhorado significativamente, o que me deixou relativamente à vontade com elas. \(^ω^\)( /^ω^)/

Essa noite não poderia ter sido melhor: os caras são muito humildes, sem frescuras e falam muita besteira. Ficamos a menos de 2 m dele, trancados num estúdio minúsculo, durante 2 horas, tomando chá servido pelo baterista do Asparagus no barzinho, o Masakazu Ichise, que, aliás, é o gerente do estúdio Olive. De quebra, ainda pude ver o baixista do Monobright que, apesar de não gostar do som que faz, tenho noção da importância que a banda dele tem na cena e tal. Como de costume, o programa foi transmitido em tempo real - até minha sogra lá no Brasil nos viu! Simplesmente épico! (○>艸<)☆(>艸<●)


Yokohama Rock City! FUCK YEAH! ψ(`∇´)ψ


Cenas do stream! (人´∀`*)


Quem tiver paciência, pode assistir ao stream na íntegra! É só dar play no vídeo abaixo! ↓ ↓ ↓





★ EVENTO ESPECIAL DE ANIVERSÁRIO DE 45 ANOS DO HIDAKA + LANÇAMENTO DO PRIMEIRO ÁLBUM DA BANDA - SHIBUYA, TOKYO, 5 DE JUNHO ★

Fiz a reserva das duas versões do álbum (limitada e comum), nas Tower Records de Shibuya e Ikebukuro. Aqui no Japão, como já expliquei anteriormente nesta postagem, é comum as bandas promoverem eventos fechados para os fãs que adquirem o CD em determinadas lojas. Nesse caso, quem comprasse o CD do The Starbems na loja de Shibuya, ganharia um ingresso para o evento de aniversário de 45 anos do Hidaka, que aconteceria no mesmo dia do lançamento do álbum. E quem comprasse em Ikebukuro, ganharia um ingresso para a sessão de autógrafos da banda, um mês após. Não só a Tower Records, mas dezenas de outras lojas Japão afora estavam promovendo eventos e distribuindo brindes exclusivos para quem adquirisse o CD em determinadas unidades... mas esses eram os que mais me interessavam. Eu ainda queria o pôster autografado da Tsutaya e a camiseta da Indies Music... mas haja grana para conseguir todos os brindes! Vida de fã não é fácil! (¬з¬)

Eu, que adooooro invadir o território dos japoneses, não pude ficar de fora. O evento, de exatos 45 minutos, foi mágico! Até parabéns teve! E presentes! E foi nesse dia que conheci pessoalmente a Rie-chan, a minha mais nova amiga japa. Nós duas ficamos na primeira fileira, na grade, grudadinhas no Hidaka. Ele estava tão perto de nós que em um certo momento, durante uma música, cheguei a tocar no braço dele... não sabia se desmaiava de emoção ou se me escondia de tanta vergonha. (*/∀\*)

O mais legal de gostar de banda japonesa semi-indie é exatamente isso: os caras não são frescurentos, não têm guarda-costas, não ignoram os fãs, não são intocáveis, não se apresentam num palco a 500 m de você. Ou seja, você pode abusar deles à vontade! Eles são gente como a gente! Eles nos respondem no Twitter, nos adicionam no Facebook e até curtem nossas fotos. Quem não gostaria de ter ídolos assim, tão próximos, tão humanos? (◡‿◡*)❤


O ingresso!  (●´∀`●)


A Rie-chan e eu, antes do evento! めっちゃ可愛いですね!!(Meccha kawaii desu ne = muito linda, né?) (*♥ω♥*)


O show! E eu ali, bem na frente! (´∇ノ`*)ノ


Hidaka com o bolo e o presente, que nada mais era do que uma dessas vitaminas energéticas encontradas nas farmácias japonesas! Que sacanagem! ( ●≧艸≦) 


Depois do evento! A moça que tirou nossa foto me disse: "te vi no stream do Starbems!". Sou ou não sou o maior arroz de festa loiro desse arquipélago?! (⌒-⌒; )


Minhas mensagens para o rei do punk! ♪(゚▽^*)ノ⌒☆



★ SESSÃO DE AUTÓGRAFOS - IKEBUKURO, TOKYO, 7 DE JULHO ★

Dessa vez, só o Hidaka e o Nishi-kun (guitarrista) estavam presentes, pois os demais membros estavam fazendo "baito" - viu só como eles são gente como a gente, só que com um pouco mais de estilo e talento? (≧∇≦)

Esse é o meu sexto autógrafo do 面白おじさん (omoshiro ojisan = "tiozão engraçado"), o quarto que consegui "em mãos". Os dois primeiros eu contei aqui, e o terceiro, mostrei rapidamente nessa postagem. Os demais foram comprados... hahaha! (^_^;)

Depois do MC (bate-papo. Incrível como TOOOOODAS AS BANDAS DO JAPÃO GOSTAM DE FALAR, FALAR E FALAR...) básico e obrigatório da dupla, foi iniciada a sessão de autógrafos, com direito a aperto de mão e tudo mais. Quando chegou na minha vez, o Hidaka me reconheceu e logo olhou para os meus bottoms na minha camisa, já emendando um "vocês são grandes fãs, né?". Pedi para dedicar o autógrafo para mim e meu marido, o que foi atendido prontamente. Ele teve dificuldades de entender os nossos nomes e, para meu desespero, acabou escrevendo errado justo o meu... HUIAHIUAHUIAHAIUHA! Por que japonês acha que só existe "Roberto", e não "Roberta"?! Da próxima vez, vai ser Iwata Kappuru mesmo, assim como fiz com o Isson! Щ(º̩̩́Дº̩̩̀щ)

Depois de assinar, o Hidaka ainda perguntou onde estava o Igor, e eu disse que ele estava lá atrás, na loja. QUE LINDO! O Nishi-kun, que também é um poço de simpatia, me perguntou de onde éramos e o que fazíamos aqui no Japão. As menininha "pira"! Mas a tia aqui não vê graça no "cabelinho", não... (⌒-⌒; )

Não importa quantas vezes eu encontre com o カッコイイおじさん (kakkoii ojisan = "tiozão maneiro") pessoalmente, a emoção é sempre a mesma. Essa foi a quarta vez que fiquei cara a cara com ele e, mesmo assim, meu coração ainda não se acostumou. As mãos trêmulas, o rosto corado, o suor escorrendo pela testa. E por isso, em quase quatro anos vivendo aqui, ainda não me conformo com a reação dos outros fãs: calmos, tranquilos, como se o cara fosse uma pessoa qualquer, um amigo que tem uma banda famosa. EM QUE MUNDO VOCÊS VIVEM??! Gente, é o Hidaka! Ele pode não ser bonitinho ou ter sexy appeal, mas O CARA É TIPO O ELVIS JAPONÊS, ACORDEM E GRITEM UM POUQUINHO AÍ, VAI. Mesmo depois de apertar a mão do rei, nem sinal de gritinhos histéricos ou tentativas frustradas de agarrá-lo... isso é Japão! (⌒_⌒;)


A galera que compareceu. 


きゃーーーーーー(人´∀`*)


Explodindo de felicidade! ♥ \ (^ - ^) / ♥


Mais uma mensagem na bandeira! v(^_^v)♪ 


O autógrafo... ロベルト。。。 (இдஇ; )


Ganhei mais um flyer e um adesivo! ♪(●^∀^●)♪


Os bottoms da minha camisa! (-^艸^-)


Todos os meus autógrafos do Hidaka, desde 2010. Meus tesouros! (✿◠‿◠)




★ SHOW DA TURNÊ 'SAD MARATHON' - SHIMIZU, SHIZUOKA, 15 DE JULHO ★

Pedi 有給休暇 (yukyukyuka = férias remuneradas) na empresa onde trabalho e parti rumo à minha província natal, Shizuoka. Afinal, eu não podia perder a oportunidade única de ver minhas duas bandas favoritas juntas: The Starbems e Husking Bee! Hidaka e Isobe juntos novamente! \(^0^)/★

Pelas minhas contas, esse foi o meu 9º show do Hidaka, e a 11ª vez que o vi "ao vivo". Tive a oportunidade de vê-lo com o Beat Crusaders, com o Monobright, com o Toru Hidaka & Fed Music, solo e, agora, com o The Starbems. Já o Isobe, vi uma vez com o Beat Crusaders no Japan Jam, duas vezes com sua banda solo e outras duas vezes com o Husking Bee, além da sessão de autógrafos há alguns meses. Sou mesmo muito privilegiada! (#⌒∇⌒#)

Adoro um bate-cabeça, curto dançar, pular e esticar os braços. Cantar em coro e ver como os músicos tocam é um dos meus passatempos favoritos. Mas o mais legal de ir a um show é tudo aquilo que acontece fora do palco. E nem estou falando de backstage - isso, sim, seria SURREAL. Como chegamos cedo ao local, ficamos andando pelas redondezas de Shimizu. E não é que encontrei com o baixista do Husking Bee no コンビニ (konbini = loja de conveniência)?! E, mais tarde, vi o Isobe chegando à casa de show, assim mesmo, no meio do povo, a pé, sem guarda-costas, simplesmente mexendo no iPhone. O cara é a simplicidade em pessoa! (*♥ω♥*)

Uma hora antes da casa de show abrir, os caras do Starbems resolveram fazer um mini-sessão de autógrafos "relâmpago", no andar de cima, em frente a uma loja de artigos esportivos. Somente o Kochi (baterista) e o Terao (baixista) estavam "caracterizados" para a sessão, mas os outros membros estavam todos em volta, conversando, prontos para assinarem caso alguém também pedisse. Subindo as escadas, escutei aquela voz rouca que me derrete toda ecoando pelos degraus... ah, só podia ser ele! Todos nos cumprimentaram com um fofíssimo こんにちは (konnichiwa = boa tarde, olá) e pedi para a dupla assinar num pedaço de papel que peguei do hotel. Como eles resolveram fazer esse sign de última hora, eu não estava com o encarte do CD comigo... FUUUCK! Mas se não fosse pelo meu japonês "quebra-galho", eu não teria ficado sabendo do evento, que foi anunciado minutos antes. Então continuo sendo privilegiada! (^□^*)


Os ingressos! Compramos cerca de um mês antes, e mesmo assim pegamos bons números: 26 e 27. Um ingresso custa em média ¥3,300 (cerca de R$ 77), baratíssimo em termos de Japão.  ❤


Minhas unhas prontas para o show!  日高央 & ベムズ (Hidaka Toru e Bems)! ♥ ★


Portas do Sound Shower Ark! (ノ◕ヮ◕)ノ


Vontade de roubar esse pôster não faltou! (*ノω<*)


O distrito de Shimizu, em Shizuoka, é simplesmente encantador! (゚∀゚≡゚∀゚)


Meus dois queridinhos, juntos novamente, dando umas voltas por Shimizu antes do show! 


Kochi-san e Terao-san prontos para a sign session! ♪♪


Fotos toscas da staff, mas dá pra ver o arroz de festa na plateia de novo... (☆^ω^★) 


Todas as bandas que se apresentaram naquela noite: The Starbems, Husking Bee, SoWhat e Goofy's Holiday. 。;+*(★`∪´☆)*+;。 


お土産 (omiyage = presentes, lembranças) de Shimizu, hahaha! Toalhinha do Husking, camiseta e chaveiro do Starbems, adesivos e o papel com os autógrafos do Kochi-san e do Terao-san! o(≧∇≦o)(o≧∇≦)o 


Nenhum comentário:

Postar um comentário